Pronomes pessoais em francês

A ProFrancês, é a escola com os melhores professores de francês de toda São Paulo – SP. Estamos aqui para ajudar você em tudo que precisar. Assista o vídeo do nosso professor Diego Antunes e aprenda de maneira rápida e eficiente. Nos acompanhe semanalmente! Temos dicas fáceis, simples e que farão toda a diferença no aprendizado da língua mais charmosa do mundo, com os melhores professores de francês!

Há dois tipos de pronomes pessoais em francês: Pronomes pessoais do caso reto e pronomes pessoais reflexivos e recíprocos. As regras de uso desses pronomes são simples se ao estudar o conteúdo, o aluno der atenção ao tema reforçando o aprendizado com exercícios de fixação.

Falar sobre pronome não é uma questão muito complicada para o professor de francês, mas o que o estudante não deve fazer é desprezar a matéria deixando de se inteirar, pois a falta de conhecimento dos pronomes vai comprometer seu aprendizado final.

Quando se inicia o estudo da língua, os pronomes pessoais em francês devem ser tratados com a mesma importância que os demais assuntos.

Regras

É bom fixar o entendimento sobre o uso dos pronomes. Os pronomes do caso reto são aqueles sempre ligados ao verbo e entre eles nada pode ser colocado, a não ser outro pronome ou a negação francesa “ne”:

Eu não quero comer: Je ne veux pas manger.

Dou-te um conselho: Je te donne un conseil.

Uma curiosidade é que o pronome “je” se torna “j” quando estiver diante de uma vogal ou de um “h” chamado “mudo”. Mas em alguns casos a posição do pronome pode ser invertida:

  • Quando na forma negativa.
    Que manges-tu ? – O que tu comes?
  • – Se vier após uma citação, quando escrita.
    Je parle trois langues, dit-il – Eu falo três idiomas, disse ele.
  • – Se vier após alguns adverbios:

peut-être (talvez) aussi (também) , ainsi (assim), sans doute (sem dúvida) quando na forma escrita:
Sans doute allons nous gagner – Sem dúvida que vamos ganhar.

E mais:

  • Quando houver inversão, uni-se o pronome com o verbo com o uso do hífen.
  • O “vous” pode gerar ambíguidade, pois pode representar tanto uma como várias pessoas.

Os pronomes reflexivos representam, nesse estudo sobre pronomes pessoais em francês, a mesma pessoa que o sujeito e nesse caso funciona como complemento do objeto direto ou indireto.

Já o pronome pessoal recíproco, como o nome sugere refere-se a reciprocidade e também vai ter a funcionalidade de complemento dos objetos direto ou indireto.

Concluindo

Com algumas explicações básicas é possível entender o funcionamento dos pronomes e usá-los sem maiores dificuldades. Aprendendo as regras e praticando através de muitos exercícios, o estudante logo estará com um bom domínio do assunto.

Vale lembrar a importância de uma boa escolha na hora de se decidir por um curso. Os pronomes pessoais em francês apesar de simples, têm suas particularidades que com o auxílio de um bom professor serão assimiladas de forma correta.

Uma metodologia adequada ao perfil do aluno fará toda diferença para a aquisição da língua mais charmosa do mundo! É preciso calma e muita atenção no momento da pesquisa e na hora de decidir, avalie a proposta que melhor atenda as suas necessidades.

Como todo projeto de vida, aprender francês exige do novo francófono compromisso e disponibilidade para que os resultados apareçam de forma sólida. Quanto maior for à dedicação, melhores serão os resultados.

E não se esqueça: A Profrancês é a escola com os melhores professores de francês de toda São Paulo – SP. Entre em contato conosco e receba um orçamento sem compromisso.