Guillaume Musso na telona e na telinha

O  romancista Guillaume Mussso, um dos mais populares da atualidade, afirmou ontem, no programa da RTL Laissez-vous tenter, que dois de seus livros serão adaptados para a TV e para o Cinema.

Publicados, originalmente, pela XO – a versão poche (mais econômica) é editada pela coleção Pocket (a mesma que traz as edições de bolso de Marc Levy e Yasmina Khadra) – Central Park e L´appel de l´ange já tiveram seus direitos comercializados. O primeiro foi adquirido pelo estúdio Mars Films e se encontra em processo de pré-produção. L´appel de l´ange está sob os cuidados do produtor de TV Sydney Gallonde. Ainda não há previsão de estreia.

Não é de hoje que o chamado “Audiovisual” apresenta interesse em criar versões dos sucessos de Musso. Et aprèsParce que je t´aime e Seras-tu là (todos disponíveis em bolso) já viraram filmes.

Para quem ainda não pode dizer que tem o domínio da língua francesa, mas possui os rudimentos mínimos para entender globalmente um texto de ficção, os romans de Guillaume Musso são uma boa opção para uma rotina de leitura. Sua linguagem é simples, bem direta, sem experimentações ou idiossincrasias estilísticas. E com aquele toquinho adocicado típico dos best sellers. Dá para lê-los sem problemas.