fbpx

Bonjour, ça va ?

Estudar francês e se tornar fluente é um desafio, mas estamos aqui para lhe ajudar nesse processo. Hoje trouxemos 3 dicas simples para elevar o seu aprendizado.

Dica 01

Não subestime as competências ativas do idioma! As competências ativas são a conversação e a redação ou seja, falar e escrever (em oposição a ler e escutar). Pratique as ativas falando com seu professor e entre as aulas, sempre procure escrever, fazer redações. É possível logo depois da primeira aula. Você pode escrever aquela apresentação sua que fez durante a aula por exemplo. Não precisa escrever muito, basta treinar de forma regular, escrevendo um pouco sobre os temas estudados na aula. Podem fazer frases utilizando o que estudaram na parte de gramática para ver se você usa bem as palavras, estrutura bem suas frases… Não conte apenas com leitura e escuta, foi comprovado que o progresso é bem mais rápido para os que treinam a fala e a escrita!

Dica 02

Nossa segunda dica tem um pouco a ver com a primeira! Aqui vamos falar sobre o diário que você pode escrever para treinar de forma espontânea seu francês. Você pode escrever semanalmente ou até diariamente em francês, de forma rápida, em um diário que você entrega para seu professor para a correção. O conteúdo é livre, pode ser apenas escrever algo que aconteceu com você hoje, pode contar sobre algum evento, seu almoço ou aquela festa da qual participou ontem. Um excelente jeito de praticar se sentindo a vontade. Além de desenvolver seu vocabulário, vocês vão aprender rápido o jeito certo de estruturar o francês, seja no discurso narrativo, descritivo ou até argumentativo (porque aquele filme foi bom/ruim?…). O mais importante com essa prática: Se não se sentir a vontade para escrever, não precisa escrever muito. Apenas uma frase já ajuda! Apenas procure manter uma rotina para continuar seu diário.

Dica 03

Nossa dica de hoje é para ajudar você a se dar bem com sua maior aliada no aprendizado do francês: Sua memória. Como estudar todo esse vocabulário que aparece na aula, nos textos, nos filmes que você assiste e nas lições que você faz entre as aulas? Compre um caderno (formato pequeno) e anote nele as palavras mais importantes! Não precisa anotar tudo, poderia ser até contraproducente. O objetivo aqui é “salvar” em algum lugar (diferente de sua memória) as palavras mais interessantes (ao seu critério ou ao critério do professor). Nossa dica é comprar um caderno pequeno tipo bloco de notas onde apenas tem esse vocabulário, para conseguir levá-lo na bolsa ou até no bolso! Tente organizar seu caderno de vocabulário por ordem alfabético, temas ou lições, e quando tiver algum momento, estude um pouco com ele. Repetindo esse exercício, conseguirá ganhar bastante vocabulário. Dica bônus: Pode separar os verbos do resto, em outra parte de seu caderno. É importante de vez em quando selecionar alguns verbos da lista e tentar conjugá-los para praticar.

Agende uma aula-degustação

Categorias: Blog